Suicídio – Caso de saúde e segurança pública

Publicado por Vanessa Araújo Santos em

Com o objetivo de discutir e fomentar propostas em prol da qualidade de vida de policiais e militares, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) realizou o Seminário Nacional de Prevenção ao Suicídio para Profissionais de Segurança Pública.

Foram oito horas de debates e oficina com autoridades do DF acerca de temas relacionados à saúde dos agentes públicos de segurança.

De acordo com o Anuário de Segurança Pública, nos últimos dois anos, a quantidade de suicídios entre policiais e bombeiros militares cresceu, totalizando 104 casos entre 2017 e 2018.

Convidado a falar, o deputado distrital Hermeto relatou as dificuldades que passou como policial militar e ratificou a importância da prevenção da saúde mental de todos que lidam com o perigo todos os dias, como é o caso dos policiais e bombeiros militares.

Os temas das mesas redondas foram: suicídio como desafio para as políticas públicas institucionais; a vitimização dos profissionais de segurança pública e avaliação de risco; e experiências exitosas de prevenção ao suicídio. Na oficina o assunto abordado foi a Intervenção em crise suicida: escuta ativa, abordagem técnica e negociação

Entre as autoridades estavam:

Dr Moretti representando o Secretário de Segurança Pública do DF

CEL Edmar Chefe do DSAP representando o CMT Geral da PMDF

CEL ROBERTO representando o CMT Geral da CBMDF

Dra Dilma representando o Ministério da Saúde

Dra Moema Freire representando o PNUD

DRA Glaucia Delegada da PCDF representando o Diretor Geral da PCDF

Dra Solene Nobre de Medeiros, Coordenadora do Programa de Preparação para Aposentadoria do DETRAN DF

Categorias: Notícias

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *