PL’s de tatuagem e cirurgia reparadoras avançam na CLDF

De autoria do deputado Hermeto os projetos visam contribuir com a auto estima de pessoas que passaram por traumas físicos

Na 1ª reunião extraordinária remota do ano realizada na tarde desta segunda-feira (8), a Comissão de Educação, Saúde e Cultura da Câmara Legislativa do Distrito Federal aprovou os Projetos de Lei nº 1411/2020 e nº 1499/2020, ambos de autoria do deputado Hermeto (MDB), que tratam sobre processos estéticos e cirúrgicos reparadores de cicatrizes e flacidez.

O Projeto de Lei n°1411/2020 estabelece parcerias com tatuadores para atendimento das mulheres que sofreram traumas, queimaduras e diferentes ocorrências, que resultaram em marca e cicatrizes na pele, e fixa demais providências.

Já o Projeto de Lei n° 1199/2020 institui a realização o de reparação a plástica de pós bariátrica e pós mastectomia com prazo máximo de 6 meses da solicitação médica.

Os projetos visam contribuir com a saúde mental dos pacientes que precisam. Elevando sua autoestima. 

“Uma tatuagem para uma mulher que, por exemplo, sofreu uma mastectomia radical ou algum tipo de violência ou mesmo um acidente, pode melhorar muito a sua autoestima. Como uma tatuagem de uma flor pode servir para cobrir uma cicatriz. Ou mesmo, dependendo da habilidade do tatuador, pode ser “refeito”, na forma de desenho, um mamilo ferido.

No caso dos pacientes bariátricos a lógica é a mesma, depois de ter passado por um procedimento cirúrgico para a perda de muito peso, muitas vezes é preciso reparos na pele que fica flácida, o que queremos é dar uma opção para os pacientes. ” Afirmou Hermeto.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui